-
Leituras: 567

Princípios básicos para melhorar o ranking do seu Website nos motores de busca

SEO, ou Search Engine Optimization, resume-se basicamente ao seguinte: "como fazer com que o meu Website surja bem posicionado nos motores de busca?"

Quem já desenvolveu para a Web, com certeza já se deparou com este tema e conhece bem a sua importância. Existem várias técnicas para otimizar os conteúdos de um Website, de forma a torná-lo SEO friendly. Contudo, não existe nenhuma fórmula mágica que faça com que um Website surja na primeira posição de um motor de busca do dia para a noite. O caminho é árduo e exige dedicação. Otimizar keywords, criar campanhas de publicidade com o AdWords e divulgar nas redes sociais são das práticas mais comuns para aumentar o tráfego de um Website.

Que fatores a ter em conta?

Existem diversos fatores que influenciam o ranking das páginas da Internet, mas primeiro há que perceber como é que os motores de busca classificam os conteúdos dos Websites. E então perguntas: "Olha lá, então como é que os motores de busca classificam os conteúdos do meu Website?" E depois esperas uma resposta toda científico-espetacular, certo? Pois, lamento desiludir, mas não tenho resposta para essa questão. Na realidade, penso que ninguém - a não ser talvez os Deuses do Ciberespaço - sabe realmente como é que os algoritmos de indexação funcionam. Sim, de tempos a tempos é feita uma grande revelação e existem sempre "gurus" que proclamam ter descoberto a receita milagrosa. Na minha opinião, nada disso interessa, pois os algoritmos estão em constante mudança, os crawlers ficam mais resistentes e a vacina eventualmente deixa de funcionar. Para ficarem com uma melhor ideia, consultem esta página da Google intitulada "How Search Works".

Torna o teu Website atrativo

Afinal, o que é realmente importante? Numa só palavra: tráfego! Tráfego, tráfego e mais tráfego. Imagina o seguinte: inauguraste uma discoteca top notch e estás convencidíssimo de que vai ser um grande sucesso, mas na verdade, se não atraíres o público com grandes festas de arromba, nunca vais ser falado nas revistas! Ora, a discoteca é o Website, as festas de arromba os conteúdos e as revistas são os motores de busca. Ou seja, tens de dar festas de arromba para levares os internautas a visitarem o teu Website e a melhor forma de alcançar isso é ter conteúdos bem estruturados, atuais e relevantes para o teu público-alvo. Há sempre quem pense: "Ah, mas o meu Website é todo xpto. Rebaixei-lhe a barra de navegação, quitei os banners e slideshows e até coloquei umas luzinhas pisca-pisca para chamar a atenção do pessoal". Errado!!! Um Website pode até ser espetacular visualmente e causar uma boa impressão na primeira visita. Contudo, se os visitantes perceberem que não há conteúdos de interesse, dificilmente voltarão.

Divulga de forma inteligente

Pois bem, passaste os últimos dias a trabalhar os conteúdos do teu Website e na noite passada nem foste à cama, porque estiveste a dar aqueles preciosos retoques finais. Finalmente podes contemplar o fruto da tua dedicação e até dás por ti a pensar: “É pá, sou mesmo muita bom!” Entretanto, cais em ti e começas a pensar: “Então e agora? O que devo fazer para atrair visitantes para o meu Website?”. Bem, cada caso é um caso é há muitos caminhos que se podem tomar. Contudo, penso que o primeiro passo será identificar o público-alvo. E o que é isto do “público-alvo”? É nada mais nada menos do que o potenciais interessados em “comprar o que tens para vender”. Por exemplo, se pretendes divulgar um artigo sobre fitness, provavelmente - e digo isto mais ou menos ao calhas - o teu público-alvo serão pessoas do sexo masculino e feminino, com idades compreendidas entre os 16 e os 35 anos. Depois de realizado este exercício, há que perceber onde é que estas pessoas param na Internet e isso normalmente requer alguma pesquisa. E provavelmente já estás a pensar: “Público-alvo, faixas etárias e pesquisas?! Deixa lá isso! Vou ali ao Facebook partilhar o link e está feito!”.  Se tens uma página no Facebook com milhares de seguidores, então força; caso contrário, arregaça as mangas e mãos à obra!

Como disse anteriormente, existem diversos caminhos que podes tomar, mas lembra-te que os mais fáceis poderão ser os menos produtivos, enquanto outros podem requerer um pouco mais de trabalho, mas dar mais frutos a longo prazo. Por exemplo, podes partilhar o link para o teu artigo num blog relacionado com o tema em questão. No fundo, o objetivo é espalhar links que atuem como pontos de acesso pelo maior número de Websites possível. Quantos mais pontos de acesso, provavelmente mais pessoas encontrarão o teu Website. 

Técnicas e sugestões

Para quem está a iniciar-se nesta área, o Google Analytics Solutions e Google Webmasters são bons pontos de partida, pois oferecem uma panóplia de ferramentas que te ajudarão a analisar o tráfego do teu Website. Eis alguns dos dados mais úteis que podes consultar:

  • Número de visitas no Website
  • Dados demográficos e origem geográfica do teu público-alvo
  • Tecnologia (navegador e sistema operativo) e dispositivos (desktop, mobile) usados pelos visitantes 
  • Análise de palavras-chave
  • Backlinks para o teu Website
  • Origem de tráfego proveniente das redes sociais
Interface do Google Analytics
Interface do Google Analytics

Existem ainda outras ferramentas online que poderão ser úteis. Para dar um exemplo de uma gratuita, vou referir o SEO Analysis da seomastering.com. Aqui podes consultar a posição de um domínio em diferentes índices, como o Google Page Rank, Real Page Rank e Trust Rank. Podes ainda obter uma visão global das páginas indexada em diferentes motores de busca e até mesmo uma estimativa do valor do teu Website. Aconselho contudo que não leves os resultados muito à risca, mas sim encara-os como uma estimativa e um indicador da “saúde” do teu Website.

Para finalizar, o meu conselho é que te mantenhas informado. A Internet está repleta de artigos sobre este tema, mas aconselha-se precaução. A quantidade de informação é avassaladora e facilmente percebe-se que existem muitas opiniões contraditórias por aí, por isso há que saber filtrar e acima de tudo e manter um espírito crítico.

Boa jornada SEO!

Subscreva a nossa newsletter

Receba atualizações sobre os nossos projetos e serviços